A 12ª conferência da ONU sobre o clima, que está a decorrer em Nairobi, vai intensificar os esforços na luta contra as alterações climáticas. Se nada for feito, os cenários que se colocam são terríveis. Dê a sua opinião.
logo da Quercus
Últimas notícias sobre a Cimeira de Nairobi

Últimas referências em blogs sobre a Cimeira de Nairobi

.posts recentes

. O fim (por agora)

. O último dia?

. Os discursos

. Resultados negociais no m...

. Discurso oficial do Secre...

. Canadá "abandona" Quioto

. Já só faltam dois dias

. Meandros de uma conferênc...

. Um caracol chamado Quioto

. Portugal - 19º país com m...

. Mudar o clima dentro de c...

. O Prémio “Fóssil do Dia”

. O Calor também mata

. Uma reflexão sobre os obj...

. CO2: Brasil quer mudar fó...

. Os refugiados do Mar

. Mil milhões de árvores em...

. A caminho de Nairobi

. O fracasso do PNAC

. A fome e o clima

.arquivos

. Novembro 2006

Terça-feira, 7 de Novembro de 2006

Mais dinheiro

 
O ministro do Ambiente anunciou um reforço de 78 milhöes de euros para o Fundo Português do Carbono, para ajudar Portugal a cumprir o protocolo de Quioto.
 
Nunes Correia considerou esta medida “importante para combater as alteraçöes climáticas”.
 
O Fundo de Carbono é financiado pelos países que não estão a cumprir os niveis de emissões; ou se quiserem outra leitura: o Fundo de Carbono é um mecanismo que se destina a ajudar os países a cumprir o acordo internacional para o combate às alteraçöes climáticas.
 
O fundo de carbono pode servir, nomeadamente, para comprar licenças de emissão ou investir em mecanismos de desenvolvimento limpo. Os países podem cumprir parte dos seus objectivos de redução financiando projectos de eficiência energética de países em desenvolvimento.
 
Nunes Correia adiantou que o fundo português, que dispõe actualmente de seis milhões de euros, deverá contar com 348 milhões de euros até 2012 e 78 milhões de euros já em 2007.
 
Entre as principais medidas que estão a ser desenvolvidas por Portugal para combater as alterações climáticas, Nunes Correia salientou o PNAC (Plano Nacional para as Alterações Climáticas) e o PNALE (Plano Nacional de Atribuição de Licenças de Emissão), "prevendo-se neste último uma redução de 10 por cento das licenças de emissão".
tags:
publicado por nairobi às 12:13
link do post | comentar | favorito
|

Carro: Modo de usar

 
A utilização de transporte privado vai passar a ser uma das atitudes mais desrespeitadoras do clima, garantem os psicólogos ambientais. Assim, importa desde já incorporar novas atitudes ao volante, a primeira é respeitar os limites de velocidade e na auto-estrada andar mesmo abaixo do limite legal.
 
Aqui ficam quatro conselhos:
 
1 Não conduza de forma agressiva. Cumpra os limites de velocidade.
 
A poupança de combustível aumenta se a velocidade for constante. Antecipe a paragem e a mudança de luzes nos semáforos e reduza ou aumente calmamente a velocidade. Use a mudança mais elevada possível e siga as recomendações dadas no painel de instrumentos.
 
2 Mantenha uma velocidade constante. Guarde uma distância de segurança do veículo da frente.
 
A poupança de combustível aumenta se a velocidade for constante. Antecipe a paragem e a mudança de luzes nos semáforos e reduza ou aumente calmamente a velocidade. Use a mudança mais elevada possível e siga as recomendações dadas no painel de instrumentos.

 
3 Reduza o uso do ar condicionado. Mantenha os vidros fechados a velocidades elevadas.
 
O uso do ar condicionado aumenta o consumo em 13%. Sempre que possível regule apenas a temperatura sem o ar condicionado ligado em vez de abrir as janelas. Seleccione o modo ECON que desliga temporariamente o ar condicionado quando o carro não usa o motor de combustão.
 
4 Aquisição, escolha do Carro
 
Os carros híbridos e eléctricos passaram a ter isenções fiscais que os tornam mais competitivos no mercado, mesmo assim continuam a ser veículos que não estão disponíveis para os segmentos mais baratos do comércio automóvel.
 
Se não poder optar por um veículo híbrido ou eléctrico tenha em atenção no acto da escolha aos níveis de emissões do carro, além, é claro dos consumos. Por isso é de excluir para circular em meio urbano os carros da moda, como os SUV e os TT (todo-o-terreno) que têm um nível de consumo bastante superior, entre os 10 e os 30 Lt por cada 100 quilómetros.
publicado por nairobi às 12:07
link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito
|
logo da Cimeira da ONU sobre alterações climáticas

.Novembro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.tags

. carbono

. carbono-zero

. clima

. co2

. economia

. efeito_estufa

. energia

. estufa

. fao

. floresta

. gases

. governo

. ipcc

. mar

. oceanos

. ong

. onu

. pnac

. portugal

. quercus

. quioto

. saúde

. stern

. transportes

. ue

. unesco

. unfccc

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds