A 12ª conferência da ONU sobre o clima, que está a decorrer em Nairobi, vai intensificar os esforços na luta contra as alterações climáticas. Se nada for feito, os cenários que se colocam são terríveis. Dê a sua opinião.
logo da Quercus
Últimas notícias sobre a Cimeira de Nairobi

Últimas referências em blogs sobre a Cimeira de Nairobi

.posts recentes

. O fim (por agora)

. O último dia?

. Os discursos

. Resultados negociais no m...

. Discurso oficial do Secre...

. Canadá "abandona" Quioto

. Já só faltam dois dias

. Meandros de uma conferênc...

. Um caracol chamado Quioto

. Portugal - 19º país com m...

. Mudar o clima dentro de c...

. O Prémio “Fóssil do Dia”

. O Calor também mata

. Uma reflexão sobre os obj...

. CO2: Brasil quer mudar fó...

. Os refugiados do Mar

. Mil milhões de árvores em...

. A caminho de Nairobi

. O fracasso do PNAC

. A fome e o clima

.arquivos

. Novembro 2006

Sexta-feira, 17 de Novembro de 2006

Os discursos

Francisco Ferreira (Quercus) em Nairobi

Foram dois dias de discursos dos diferentes países. Cada um procurou dizer o que estava a fazer em prol das alterações climáticas, falando por vezes no seu posicionamento na negociação que está a decorrer.

Numa análise breve, o melhor discurso na minha opinião foi o da Alemanha – objectivo em relação ao seu esforço doméstico, apoio aos países em desenvolvimento, necessidade de se sair do Quénia com um mandato negocial para no próximo ano e até 2009 se definir e aprovar as regras para a continuação do Protocolo de Quioto pós-2012. O pior foi o do Canadá, onde o novo governo minoritário conservador procura a todo o custo justificar o seu desacordo com Quioto à custa de passar informação errada, sem qualquer ambição e quase usando o fórum internacional para um discurso político interno – mereceu-lhe receber dois fósseis do dia ontem…. O Brasil falou pouco antes de Portugal e explicou em toda a linha o papel e as necessidades dos países em desenvolvimento, mencionou a importância de determinar a desflorestação. Sobra o nosso país, cujo discurso infelizmente não tive nem terei tempo de traduzir… (as minhas desculpas). Diria que foi o discurso possível para não repetir ideias, citar algum trabalho de casa, referir algum empenho em África e dado reconhecidamente não ser um país “grande”, o discurso não recebe certamente o mesmo peso que alguns outros países, Porém, acho que mesmo assim este posicionamento de Portugal tem de mudar, e um bom termo de comparação foi o discurso ambicioso da Dinamarca que muitos aplausos recebeu.

publicado por nairobi às 10:10
link do post | comentar | favorito
|
logo da Cimeira da ONU sobre alterações climáticas

.Novembro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.tags

. carbono

. carbono-zero

. clima

. co2

. economia

. efeito_estufa

. energia

. estufa

. fao

. floresta

. gases

. governo

. ipcc

. mar

. oceanos

. ong

. onu

. pnac

. portugal

. quercus

. quioto

. saúde

. stern

. transportes

. ue

. unesco

. unfccc

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds